Menu Paginas

quarta-feira, 8 de junho de 2016

JAPONÊS DA FEDERAL É PRESO EM CURITIBA


08/06/2016 - O agente da Polícia Federal Newton Ishii, mais conhecido por 'Japonês da Federal', famoso por participar das prisões relacionadas à Operação Lava Jato, foi preso na terça-feira (7) em Curitiba. O mandado de prisão foi expedido pela Vara de Execução Penal da Justiça Federal de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. As informações são do portal G1. 


Até as 10h desta quarta, a Polícia Federal ainda não havia informado o motivo da prisão. Ele está detido na Superintendência da PF na capital paranaense. 

Réu na Operação Sucuri

Newton é réu em uma ação que surgiu a partir da Operação Sucuri, que investiga agentes que facilitavam a entrada de produtos contrabandeados no país pela fronteira com o Paraguai, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. O caso tramita sob segredo de Justiça. Ishii responde a três processos: um na esfera criminal, outro administrativo e um terceiro por improbidade administrativa.

Em março, recurso impetrado por três réus da Sucuri, deflagrada em 2003 contra 19 policiais federais, além de agentes da Receita Federal e da Polícia Rodoviária Federal, foi negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Agente foi citado na Lava Jato

Newton Ishii também foi citado em áudio que levou à prisão do ex-senador Delcídio Amaral, em Brasília. O nome do agente aparece durante conversa sobre quem estaria vazando informações para revistas. No áudio, Delcídio chega a chamar um policial, que seria ele, de "japonês bonzinho", o qual seria o responsável pela carceragem da PF em Curitiba, onde ficam presos os capturados pela Lava Jato.

Na ocasião, a PF disse que apuraria se o nome citado na gravação era mesmo o do agente
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário