Menu Paginas

domingo, 28 de junho de 2015

BRASIL PERDE NOS PÊNALTIS E É ELIMINADO PELO PARAGUAI


28/06/2015 - Assim como aconteceu na Copa América de 2011, o Brasil foi eliminado pelo Paraguai nos pênaltis por 4 a 3, após empate por 1 a 1 no tempo normal, ontem, no Chile, pelas quartas de final da competição.
No último encontro de mata-mata entre a Seleção Brasileira e os paraguaios, há quatro anos, na Argentina, o jogo terminousem gols. Nos pênaltis, a seleção brasileira, então comandada por Mano Menezes, desperdiçou as quatro primeiras cobranças e foi eliminada pelos paraguaios.
Desta vez, o time nacional converteu três cobranças, mas Éverton Ribeiro e Douglas Costa erraram e permitiram a vitória paraguaia nas penalidades.
O jogo também foi marcado pelo pênalti cometido por Thiago Silva já no segundo tempo, quando a equipe brasileira vencia o duelo por 1 a 0, com gol de Robinho. Assim como fez pelo Paris Saint-Germain em confronto contra o Chelsea neste ano, o zagueiro cortou um cruzamento com a mão dentro da grande área do Brasil e permitiu o empate do Paraguai em cobrança de pênalti.
Com um futebol apático e sem criatividade, o time brasileiro não fez por merecer a classificação. Encontrou dificuldades para criar oportunidades de gol e viu o fantasma da última Copa América se tornar realidade quando levou o primeiro gol de pênalti, no segundo tempo.
O vexame só não foi tão grande quanto o da última edição, quando os brasileiros erraram todas as cobranças. No entanto, não há o que comemorar.
Na primeira partida mata-mata após o humilhante 7 a 1 para o alemães na Copa do Mundo, o Brasil dá adeus ao torneio continental e mostra que precisará de muito trabalho para retomar o protagonismo de outros tempos. E o técnico Dunga precisará rever muito do que tem feito, incluindo substituições sem muito sentido, como a saída de Robinho nos minutos finais de um jogo que estava prestes a ir para os pênaltis.

Diário do Nordeste
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário