Menu Paginas

sexta-feira, 6 de março de 2015

CPI CONVOCA DELATOR, SÉRGIO GABRIELLI E GRAÇA FOSTER




05/03/2015 - Depois de muita discussão, a primeira reunião de trabalho da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, nesta quinta-feira (5), decidiu marcar o primeiro depoimento de testemunha, nomeou quatro sub-relatores para ajudarem o relator e anunciou a contratação de uma empresa internacional, Kroll Advisory Solutions, para rastrear no exterior o dinheiro desviado da empresa.
A primeira pessoa a ser ouvida pela CPI deve ser o engenheiro Pedro Barusco, ex-gerente da Petrobras que se encontra em prisão domiciliar, depois de ter feito delação premiada à Operação Lava-Jato, da Polícia Federal. O depoimento de Barusco está marcado para a próxima terça-feira, mas isso ainda depende de autorização judicial.
Em sua delação premiada à Justiça, entre outras afirmações, Barusco disse que recebeu propinas na Petrobras a partir de 1997; que o esquema de desvios na empresa foi institucionalizado a partir de 2005; e que o PT recebeu até 200 milhões de dólares em propina.
A convocação dele em primeiro lugar foi fruto de um acordo entre deputados da oposição e do governo. Depois dele, serão ouvidos os ex-presidentes da Petrobras José Sérgio Gabrielli e Graça Foster. Em relação a futuros depoimentos, um ato da Mesa Diretora proíbe o interrogatório de pessoas presas nas dependências da Casa. Vários diretores e presidentes de empreiteiras se encontram presos na carceragem da Polícia Federal em Curitiba. Caso a CPI aprove o interrogatório de detentos, os membros da comissão terão que ir até eles e gravar o depoimento.

Repatriar dinheiro
Além de marcar o primeiro depoimento e nomear os sub-relatores, o presidente da CPI anunciou a contratação da empresa Kroll, sediada em Nova Iorque, para ajudar a repatriar o dinheiro desviado da Petrobras. Mas isso ainda depende de autorização da Presidência da Câmara.
O deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA) elogiou a medida e defendeu a existência de sub-relatorias. "Não dá para você concentrar um problema dessa amplitude na mão de um relator só, por mais boa vontade, espírito público, dignidade que tenha. Depois, é fundamental também decidir contratar uma empresa de conceito internacional para seguir atrás do dinheiro", ressaltou.

Folhapress

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário