Menu Paginas

domingo, 22 de fevereiro de 2015

BPTur reforça policiamento nas praias 22.02.201


Image-0-Artigo-1801619-1
As férias acabaram, mas o policiamento na orla e pontos turísticos permanece reforçado nestes locais. A reportagem acompanhou o trabalho dos policiais do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) em toda a extensão da Beira-Mar, Praia do Futuro, Praia de Iracema.
Além das patrulhas ostensivas, as equipes utilizavam veículos próprios para territórios praianos e até uma composição aquática que impede as fugas a nado pelo mar. O BPTur conta com um efetivo de 510 policiais militares em todo, sendo 405 somente na Capital.
As ações resultaram em 26 pessoas foram presas em janeiro e fevereiro do ano passado e 19 pessoas detidas em igual período de 2015. Porém, o número de apreensões de adolescentes do ano passado era de 25, e neste ano já contabilizam 32. Um dos casos envolvendo adolescentes ocorreu na última quarta-feira (20), quando um rapaz que realizava roubos com um simulacro, que é uma arma falsa, foi baleado. 
O número de ocorrências de roubo na área do
BPTur dos meses de janeiro e fevereiro de 2014, que correspondem a Praia de Iracema, Praia do Futuro, Beira-Mar, Barra do Ceará, Meireles e outros bairros próximos a orla, foi de 35 casos. Em 2015, já são 26 registros. Porém o balanço de fevereiro deste ano ainda não foi concluído. Segundo o comandante do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur), um dos trabalhos das patrulhas na orla marítima é o de prevenção. "Temos os anjos da areia, que é o policiamento que fica a pé na areia. Os policiais ficam patrulhando os locais onde as pessoas ficam acomodadas para curtir a beleza da nossa praia. É uma ação positiva. A média aos domingos é de cinco a seis flagrantes, normalmente de pessoas que praticam roubos. Elas são conduzidas à delegacia, onde são feitos autos de apreensão (quando adolescente) ou o flagrante de delito (adulto). O Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) apreendeu três armas de fogo neste ano". Segundo o oficial, o pequeno índice de apreensões de armas ocorre devido ao modus operandi dos acusados. "O suspeito apenas se apossa dos pertences da vítima de forma rápida e foge. Temos o policiamento a pé na areia da praia, policiamento motorizado em motos e veículo com tração nas quatro rodas. No Interior nós temos o mesmo tipo de equipamento. A nossa característica é a patrulha em pontos básicos, em locais críticos. As viaturas dão apoio ao policiamento a pé e auxiliam na busca de armas em pessoas a pé ou de bicicleta com o objetivo de evitar que eles cometam crimes na Beira Mar. Esses suspeitos utilizam as ruas perpendiculares ou vão para o mar, onde existe o policiamento com o bote, que é alocado a partir no fim da tarde", explicou Alves.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) são seis câmeras de segurança que auxiliam o trabalho da Polícia na Orla de Fortaleza (Beira-Mar e Praia de Iracema). O trabalho é feito pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), que funciona 24 horas, sete dias por semana, com o monitoramento das câmeras espalhadas de forma interligada com os policiais que ficam nas ruas.
Flagrantes
O major Alves explica que quando ocorre um flagrante e o patrulhamento necessita ir até a delegacia é realocada outra composição para o local com o objetivo de impedir qualquer tipo de continuidade do delito. "As metas aqui foram alcançadas no ano passado. O número de flagrantes é grande. São as mesmas pessoas. Elas são presas e quando voltas as ruas passam a cometer crimes novamente", comenta.
Policiamento
Na Praia da Beira Mar existe policiamento a pé no Calçadão da Avenida Beira-Mar com Náutico, Rua Joaquim Nabuco, Rua Osvaldo Cruz, Feira de Artesanato, Praça dos Estressados, Rua Manoel Jacaré, Praça da Rua Tereza Kinko, Travessa Bauxita, Avenida Abolição, Mercado dos Peixes, quatro PMs nas faixas de areia da Praia do Náutico e o bote com um Policial Militar e um Bombeiro Militar.
No Interior, por exemplo, o BPTur atua com uma viatura para cada praia, como Praia da Almofada, Praia de Aranaú, Praia de Bitupitá, Jericoacoara, Paracuru, Lagoinha, Flexeiras, Mundaú, Baleia, Icapuí, Majorlândia, Fortim, Parajuru, Morro Branco e Cascavel.
Na Praia da Vila do Mar existem pontos de policiamento na Barra do Ceará, Praça Santiago, Calçadão próximo ao Espigão da Vila do Mar e a Casa de Segurança da Guarda Municipal. Além de pontos fixos no Aeroporto Pinto Martins, Rodoviária Engenheiro João Tomé e Praça da Ceart. Já na Praia do Futuro os PMs estão distribuídos nas proximidades de 11 barracas de praia, além do Serviluz.
As viaturas e os postos fixos são empregados durante 24 horas. Já o policiamento a pé e as motopatrulhas trabalham em horários alternados.
Apreensões e prisões na orla marítima ganham destaque
Entre as prisões e apreensões do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) se destacaram o caso do adolescente de 16 anos que foi baleado ao praticar assaltos em série na Avenida Beira Mar. O jovem foi atingido com um tiro na perna pela equipe do Serviço Reservado, conforme informou o comandante do BPTur, major PM Océlio Alves.
Dois adolescentes, sendo um dos envolvidos portando um simulacro (imitação de arma) e outro com um revólver, atacaram o veículo de um sargento do Exército Brasileiro (EB), que transitava pela Avenida Beira Mar. Após o roubo, a dupla seguiu em direção a um casal que se deslocava em direção à Rua Tereza Hinko.
Os dois sacaram as armas e anunciaram o assalto, mas os policiais do BPTur que já acompanhavam a ação dos suspeitos efetuaram um disparo que atingiu a perna do adolescente. Segundo o oficial, o segundo suspeito fugiu. Ele teria efetuado um disparo contra os PMs. O baleado foi levado pela ambulância do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) para Frotinha da Parangaba, onde recebeu atendimento. Segundo a PM, ele não corria risco de morte.
Vila do Mar
Outra ação do Batalhão foi a prisão de três homens na Vila do Mar, na última sexta-feira, durante uma operação de rotina.
Os policiais da Força Tática do BPTur entraram na comunidade de surpresa e se depararam com os três suspeitos, que foram abordados. Durante a vistoria foi encontrado um revólver calibre 32, com duas munições intactas. Francisco Denilson de Frota, Francisco Claudio dos Santos e Francisco Claudio dos Reis foram encaminhados ao 7º DP (Pirambu) e autuados em flagrante por associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo.
Outra apreensão do BPTur que ganhou destaque foi a de três adolescentes que praticavam assaltos na Avenida Francisco Sá. Os policiais foram acionados pelas vítimas e iniciaram uma perseguição ao trio.
O rapaz que atirou contra a PM disse, na ocasião, que não tinha medo de nada e iria continuar roubando, pois é isto que sabe fazer. "O revólver é meu, eu faço o que eu quiser. A gente está no mundo para matar ou morrer e é assim que eu vivo", finalizou.
Enquete
Você se sente seguro na praia?
"Eu me sentia insegura pelo que eu escutava falar. Na festa de Revéillon, as pessoas comentavam muito sobre os assaltos aqui na Beira-Mar. Mas ontem a noite quando cheguei para um congresso em um hotel eu vi muito policiamento e fiquei tranquila"
Sônia Lima, 60
Vendedora
Viemos de São Paulo para passar as férias e consideramos a orla insegura. Muitas pessoas chegam para pedir dinheiro de maneira ofensiva e ficamos assustados. O horário mais complicado é durante o dia, quando não tem tanto movimento"
Isadir Pinto, 60
Turista
Jéssika Sisnando
Especial para Polícia
Clique na imagem abaixo para ampliar
D

   FONTE:DIÁRIO DO NORDESTE


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário